quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Essa porta pra dentro de mim...






















[E.Cinelli]

O que me toma nessa tarde cinzenta?
O que me faz sentir tanta distância?
Onde posso encontrar o que busco?
Sem saber que busco esse fim... triste pra mim...

Eu procuro a beleza do mundo que me cerca
O esplendor do universo, da natureza
O vôo dos pássaros, o canto da inocente
O abraço maternal, o afago de fraternidade

Mas morro, a cada dia mais
Sofrendo por ser quem sou
Sendo quem tanto sofri para ser
Esperando ter alguma razão

A noite se vestiu de alvorada
E me tragou pra seus braços escuros
Eu me fui, espírito carente
Alma sedenta... corpo vazio!

No espelho dois mundos
Apenas um caminho seguro
Haviam poemas nos olhos
Da alma que corria nos campos...

Onde????

Onde tudo perdeu o sentido????!!!!!

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Chave
























[E.Cinelli]

Eu não lembro se hoje sonhei
Não lembro se a noite afagou meus medos
Não sei exatamente onde começo ou termino
Eu não sei de mim
... Sofro assim, me tornando chave de mim
Abrindo as portas do seu silencioso receptáculo
Esse jardim em retalhos e sem flores
Vazio de som, cor e corpo...

Ahhh.... eu sangro pétalas escarlates
Me cubro com seu véu de abismo
Parece uma espécie de sinismo
Mas profetizo minhas lágrimas pesadas

Ah menina, eu te esperei por longos anos
Pensei que pudesse correr numa praia qualquer e te abraçar em câmera lenta
Eu queria te levar ao lago, banhar minha alma nua
Queria te dar o mundo, mesmo não tendo nada

Eu queria acreditar que podia ser para sempre
Você olhou em meus olhos e disse : sim, me entrego!!!
Na marcha desses anjos retorcidos, informe luz
Me perco... caio, caio!!! apenas vou-me indo além!!!
Ouvi seu coração bater dentro do meu peito
Chorei e sofri sem estar triste ou desolado
Eram suas chamas ardendo dentro de mim
Eras suas asas que me levavam ao distante "eu"

para sempre um?????????

onde, onde tudo perdeu o sentido???

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Infinitude











[E.Cinelli]

Ahhh, doce aurora, você que figura meus sonhos infantis
Você que me empresta sempre um novo querer
Eu te desejo, eu te chamo
Ao brilho do seu olhar, a tempestade se vai

Eu tenho chorado acordes de uma música morta
Que vive no meu peito, cantarolada pelos anjos perdidos
Ah, se eu pudesse te tocar, e te abraçar
Ah se eu pudesse sorrir, poderia mentir pra mim mesmo

Não sou infeliz, não olhando de fora, o mundo chora mais alto
Clama por um remédio que joguei fora, nas ruas dessa cidade vã
Um belo anjo me chamou pelo nome, acariciou meu âmago
E levou toda substância viva, que percorria minha alma silente

Entendi que pra ver é só fechar os olhos
...fechar os olhos!!!!

...º...

http://www.myspace.com/evertoncinelli

...º...

SHOW DA TRACES DIS 23 DE AGOSTO - INFO:http://www.myspace.com/tracesonweb

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Opera Omnia




Título:

Opera Omnia
Legenda:
E. Cinelli]

De tanto dizer, as palavras me faltaram
Estava ali, frente ao novo mundo
Assistindo o fim de minha própria carne
Voando entre as janelas desse horizonte em púrpura
Eles amaram o quanto puderam, e dançavam
Entreguas à sua sede por justiça, mataram
Morreram por não acreditarem de verdade
Eram apenas almas nascidas da dor

Ahh... o violino quase gritava, agonizava esse fim
Era tudo pra mim, essa alma sem cor
Na sala vazia ela brincava como criança
E no meio da valsa do monstro, apenas a inércia
Fecham-se as portas do rito, assim sem ritmo
Os tambores silenciavam, no seio da floresta gentil
Eram humanos seus desejos, mas divinos seus clamores
Eram nuvem e prata, mel e seda!!!

Havia aquela canção que percorria seus lábios mortos
Havia aquele anjo que pensou ser Deus
Ainda ouvia-se a chuva caminhando em busca do novo
Trazendo a tempestade, trazendo a mudança

Não se acanhe alma, sinta-se como és: imortal!
Chore tudo que pode, possa tudo que chora
Acaso essa espada encravada em meu peito
Não te diz algo alem de sangue e fim???

...º...

http://www.myspace.com/evertoncinelli

...º...

DIA 23 DE AGOSTO, SHOW DA BANDA TRACES EM VILA VALQUEIRE -http://www.myspace.com/tracesonweb