quarta-feira, 27 de abril de 2011

Hoje, eu, apenas eu!


Um longo dia esse, aliás, mais um longo dia. Eu fiquei nessa expectativa estranha, numa espera por esse contato extra-físico, por uma resposta transcendente aos meus sentimentos recém-descobertos. Um romântico apenas, solitário em missões intra-entrópicas, ainda um menino buscador de estrelas, esmoleiro de amanhãs, caçador de ventos. Quem sabe um dia seu coração venha a bater meu nome!

Nenhum comentário: