quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

HOJE!




[ Everton Cinelli ]

HOJE O DIA SE FAZ PRA MIM COMO UMA MELODIA QUE PERDI EM ALGUM VALE DA IMENSIDÃO DA MINHA MENTE... 
COMO PODEMOS REFAZER O ELO, COMO PODEMOS CINGIR NOSSO HORIZONTE DE CORES REAIS? 

SÃO DOCES PORÉM INGRATOS FRUTOS, ESSES DIAS DE SOLIDÃO. 
REFAÇO MINHA ARTE, RECRIO MINHA CRIAÇÃO, COMO INOCENTE CANÇÃO ME PONHO A VOAR 
QUERIA PODER TE ABRAÇAR, MAS PRECISARIA TE RECONHECER... 
SE TEUS OLHOS ME DESCOBRISSEM, SE TUA BOCA PRONUNCIASSE MEU NOME, MAS ESTÁ TÃO LONGE, AQUI DO MEU LADO... 

É TÃO SIMPLES DIZER ADEUS, MAS TÃO DIFICIL SUPORTAR O FIM DO QUE NÃO COMEÇOU 
ASSIM, UMA DOCE TRENODIA... ELEGIA... QUE MAL FARIA?

SE ME EMPRESTASSE SUA MÁSCARA DE ANJO 
- SER QUE CORRE EM SI COMO SANGUE -
SE ME DOASSE SUAS CORES DE AMANHECER 
EU FARIA APARECER ESSA LUZ, QUE INEBRIA SUA VIDA 

O QUE SERÁ QUE ME TORNAREI SE TENTAR SER QUEM SOU? 
O QUE DIRIA O CRIADOR DISSO TUDO SE VISSE A SUA CRIA, PASSEANDO PELOS RETRATOS DESSA ENTROPIA? 

O QUE ME DIRIA?
SE ME PERGUNTASSE QUEM SOU, EU RESPONDERIA: 

- SE MEUS OLHOS NÃO PUDEREM TE RESPONDER, EU TAMBÉM NÃO SEI O QUE FAÇO AQUI!!! 

Nenhum comentário: