terça-feira, 20 de dezembro de 2011

O Novo Deus!


[Everton Cinelli]

Eles chamaram a chuva essa noite
Clamavam como adoradores, mas só queriam a luz
Eles eram como bestas da escuridão
Seguindo o caminho esquecido, esquecendo o caminho da vida
Bebiam da fonte eterna
Mas semeavam a mortalidade frágil da crença
Eles queriam um deus
Então forjaram um, na chama "purificadora" da manipulação

As almas pareciam dançar
Soltas num campo silencioso, elas vagavam de ideal em ideal
Aprenderam a esvaziar-se de si mesmas
Então eram preenchidas com toda sorte de mentiras
Hoje olham o sol, olham as estrelas
Se sentem perdidas, se sentem amaldiçoadas
Mas estão apenas cheias demais do que não serve
E vazias demais do que realmente importa: uma vida pelo TODO

@evertoncinelli
www.recantodasletras.com.br/autores/philosoforum
www.facebook.com/evertoncinelli



Nenhum comentário: